Empresa privada aposta no Turismo Cultural de Torres

811

Descubra Torres

Você já ouviu falar no grupo Pé na História? O grupo de teatro interativo que apresenta de forma lúdica a história de Torres aos turistas da cidade. O elenco é composto por 6 integrantes, todos unidos por uma paixão em comum: a cidade de Torres…

Francisco Reis da Silva Filho, guia de turismo e proprietário da Aguatá Turismo de Torres, é mentor do projeto e também integrante do elenco.

Segundo “Chiquinho”, a iniciativa de criar o Pé na História surgiu a partir das experiências pessoais obtidas em suas viagens. Ao perceber que o investimento no turismo cultural em algumas cidade do Brasil e exterior era bem comum e dava resultado, trouxe a ideia para Torres.

Junto ao seu professor de universidade Roni Carlos Costa Dalpiaz,  “Chiquinho” montou uma equipe e em conjunto, criaram roteiros e personagens. Em 2010, o projeto criou forma e foi implantado  na empresa Aguatá Turismo de Torres.

O city tour realizado pela empresa percorre os principais pontos turísticos da cidade, como o Farol de Torres, A casa número 1, Igreja Matriz São Domingos, Casarios Açorianos na rua Júlio de Castilhos, Lagoa do Violão, Morro do Farol, Praia  Guarita, Museu de Torres, Praça Pinheiro Machado entre outros.

Em locais estratégicos e específicos da cidade  são inseridos personagens caracterizados e relacionados diretamente ao contexto histórico do lugar. 

No total são 15 personagens divididos em 3 roteiros: Na Trilha do tempo, O voo da Urucuera e O Portal dos Quatros Elementos. Cada roteiro tem um valor específico que é repassado aos  atores. 

Fazem parte da equipe de atores: Damaris H. da Silva, Francisco R. da Silva Filho, Jessica Grossmann, Ornélio Becker, Paula Fontella e Roni Dalpiaz. 

É bom salientar que todos os envolvidos no projeto não são atores profissionais. São profissionais de várias áreas que se propuseram a apresentar Torres através  de um roteiro histórico cultural.

Hoje, além de realizar apresentações para Agência  Aguatá Turismo, o Pé na História, “comercializa sua arte” para a operadora de turismo Bonitour que atende os hóspedes do Sesc Hotel.

Quando questionado sobre tornar as apresentações acessíveis para a comunidade, escolas e demais órgãos públicos, “Chiquinho” conta que há interesse por parte do  grupo Pé na História em abrir essas apresentações para a comunidade em geral, no entanto, o grupo precisa de apoiadores para a iniciativa. 

Ele ainda  ressalta que “O Pé na História vai muito além de apenas impulsionar economicamente  a Aguatá Turismo, o grupo visa promover o resgate histórico e cultural da cidade e dos personagem que fizeram e ainda fazem parte do imaginário popular”.

 

Por Rosana Carvalho

Atualizado em: : 27 de junho de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *