Única ilha marítima do Rio Grande do Sul, com 17 mil metros quadrados e uma distância de 1,6 km da beira mar de Torres (equivalente “a mais ou menos” 13 campos de futebol).

 

A Ilha dos Lobos foi formada pelo derramamento de lavas vulcânicas a 160 milhões de anos atrás. As rochas formadas por esse derramamento servem como refúgio para aves marítimas, leões, lobos e elefantes marinhos durante o processo migratório.

A maior concentração de animais no local ocorre entre o inverno e a primavera. O interessante é que existem registros desses animais datados de 1797, isso quer dizer que o local é “point” garantido de aves e mamíferos há anos.

Ela é a única ilha marítima do Rio Grande do Sul, com 17 mil metros quadrados e uma distância de 1,6 km da beira mar de Torres (equivalente “a mais ou menos” 13 campos de futebol).

Apesar da Ilha dos Lobos ser local de preservação ambiental, a cidade conta com serviços que levam os visitantes para contemplar os animais.

O desembarque não é permitido de forma alguma, tudo para respeitar o habitat natural dos animais. Pesca, embarque, desembarque e prática de surf são estritamente proibidos.

Fotos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *